Paris em 3 dias (para quem não conhece)

Outro dia uns amigos foram para Paris e montei um mini roteiro de 3 dias para eles. Estava relendo e achei válido compartilhar com vocês. Claro que o roteiro é ao meu modo de ver, o que vale a pena visitar em apenas 3 dias numa cidade onde em nem 1 ano dá para conhecer tudo de cabo a rabo. São tantas coisas, tantas ruelas, tantos monumentos, tantas lojas, tanto tudo que não tem nem como colocar no papel…- ah tem, ainda vou escrever um livro sobre Paris =)))))))) -.

Espero que gostem.

Dia 1

Arc de Triomphe, Champs Elysées, Place de la concorde e Jardin de tuleries

Amo esse trecho, fazia sempre. É uma caminhada, dá para ir em tudo a pé.  Como Não sei a localização do hotel, vale a pena pegar um taxi e já descer no Arc de Triomphe. Lá, pode subir (não aconselho, além de não ter elevador a subida é numa porcaria de escada espiral, a descida é tensa, e parece que não vai acabar nunca.) Tira foto do Arco, e depois na Champs com ele no fundo que tá bom, rs. Depois do arco vai caminhando pela Champs que fica em frente. Tem a Sephora lá – É uma informação meio óbvia, já que normalmente quem viaja faz roteiro e conhece a cidade virtualmente, maaaas -, que é a maior do mundo, H&M enorme também, Zara, a Abercrombie que abriu há menos de 2 anos, e fora que é super delicia andar por ali e ver tudo..Tem a Louis Vuitton enorme também – clichê mas imperdível a loja e os milhares de japoneses tirando foto de todos os detalhes -, e várias outras grifes.

No final da rua, se continuar andando tem a Place da la concorde. Vale muito a pena ir quando tiver anoitecendo, que eles ligam as luzes e fica lindo DEMAIS. É onde tb tem a roda gigante, dependendo da época do ano, normalmente é no inverno. Logo depois tem o Jardin des Tuileries que é ótimo para umas fotos, e lindo de se ver.  Tem uns lagos, bancos e várias pessoas relaxando, é bem gostoso de passear. Se andar o jardim todo, sai na pirâmide do Louvre. Não aconselho a ir no mesmo dia no Louvre que vai ficar muito cansativo. O museu é enorme, perde um tempinho lá. Ah, e a Monalisa é um 3×4..hahaha

Dia 2 - Jardin du Luxembourg, Quartier Latin, Rio Sena, Pantheón

Nesse dia vale tomar café da manhã no Café de Flore. Lá o café da manhã ou brunch são super tradicionais. Aconselho o brunch que segura o dia todo. Ali perto tem a Igreja de Saint Germain que é um santinho bem tradicional na França. Eu sou devota e amo. Para os religiosos Saint Germain está regendo o ano de 2013.

Depois podem seguir para o Jardin du Luxenbourg que é o jardim mais conhecido de Paris e maravilhoso. Muitas ótimas fotos e um clima muito bacana. Depois podem seguir para o Pantheón e depois descer para Saint Michel, o famoso Quartier Latin, conhecido como quarteirão dos universitários. Muito animado e com muitos cafés e bares. Tem uns pontos legais para tirar foto também. Ali bem pertinho já dá para descer para as margens do Sena, que de um lado tem como fundo a torre e do outro, a Catedral de Notre Dame – que fica em uma minúscula ilha, rodeada pelas águas do Sena, Île de la Cité - que com seu estilo gótico, para mim é uma das mais bonitas de Paris. Caminhem para lá, e se quiserem comer podem ir no Le Petit Point, que fica bem pertinho na Rue Le Petit. Ah, adoro os drinks de lá e a animação dos garçons no verão – no inverno os franceses são rabugentos e mais antipáticos que o habitual, não se aborreça -.

Para quem não dispensa um docinho, não deixe de comer o crepe de rua ali em Saint Michel, o de Nutella com morango é delicioso..hehe

Dia 3 - Musée du Louvre, l’Òpera e Galeries Lafayette, Sacré Coeur

Vale muito a pena conhecer a Òpera, tirar muitas fotos. É um lugar lindo, a arquitetura belíssima.. Ali pertinho tem os 2 prédios da Galeries Lafayette para as comprinhas. Vale também ver a arquitetura que é maravilhosa, amo o teto da Galeries. Do lado tem a Printemps, que é um pouco menos cheio que as Galeries Lafayette e tem tudo igual, e o prédio é mais novo. Adorava ir lá, achava a Lafayette muito cheia de turistas pentelhos – não, eu não era turista..hehe -.. Ah, e para os Apple maníacos, a maior store da marca fica ali em Òpera.

Sacré Coeur

Sacré Coeur pode pegar o metro ali na estação d Òpera, mas vale a pena subir de taxi,  além do bairro ser um pouco perigoso a subida é tensa. De jeito nenhum aceite nada de ninguém, e nem dê idéia para os pedintes, eles roubam as coisas. A igreja é tão linda, tão linda que dá vontade de sentar lá e ficar o dia todo admirando a arquitetura e a vista. De longe a mais linda de Paris. ♥ Ali perto, tem o Moulin Rouge que é legal para tirar foto.

Nesse dia vale a pena acordar cedo para dar tempo de fazer tudo e deixarem a Torre Eiffel por ultimo, é legal ir anoitecendo para tirar  fotos ainda claro em Trocadéro e depois pegar a torre acendendo.

Trocadéro fica no lado oposto da torre, mas bem em frente, do outro lado do sena. Lá que as pessoas ficam tentando fazer aquelas fotos - mongois mas que a gente adora sabe? – com a torre na mão. É um jardim bonito, dá umas fotos legais. Muito cuidado com os Pick-Pockets - ladrões especialistas em tirar as coisas das nossas bolsas, bolsos sem que  percebamos, famosos batedores de carteira -  que ficam em Trocadéro e na Torre, ali rola muito assalto, e muitos pedintes, atenção redobrada.

Ali em Trocadéro, tem um café/restaurante que se chama Le Mallakof que é muito bom, eu morava ali do lado e ia sempre..O preço é bem OK, e eles recebem bem os turistas, o que não costuma ser muito comum em Paris. Se for lá peça um Salmon com purê da casa/arroz/batatas ao molho de limão, é top!

Night

Se quiser ir em algum barzinho a noite, podem ir ao Pub Saint Germain que é bem legal ou Frog.

Night Le Queen na Champss ou a L’ARC. As meninas sempre bem produzidas e homens com roupa social. Eles são nojentos e costumam barrar com quem não vão com a cara, cuidado.

Restaurantes

Se quiser ir um jantar mais chique vale muito a pena ir no KONG. Fica em cima da loja da Kenzo na Place de Madeleine. A vista é MARAVILHOSA e o lugar muito agradável. Não é muito barato, mas nada muito absurdo. Precisa reserva.

L’Avenue é meu preferido para um chique descontraído. Amo. Tem que fazer reserva e ir bem arrumado. P.s para mulheres: tem uma Cèline bem pertinho..=)))

O Le Matignon é top também. Fica no 8 ème e é o restaurante preferido dos fashionistas e modeletes. Tem que fazer reserva, é caro e depois vira uma noitada.

Le Malakkof – Eu amava ir lá, bem simples e delicioso. A comida é uma delícia e o preço muito bom. Não precisa de reserva.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

PARIS É EM GERAL UMA CIDADE SEGURA, MAS COMO TODA GRANDE CIDADE, O TURISTA É O ALVO MAIS FÁCIL PARA PEQUENOS LADRÕES E PARIS NÃO FOGE À REGRA.

ATENÇÃO REDOBRADA NOS METROS.

NÃO ANDE COM PASSAPORTE NA RUA. CUIDADO NOS PONTOS TURÍSTICOS.

APROVEITEM AS FARMÁCIAS FRANCESAS, NÃO SÃO TÃO BOAS QUANTO AS DO EUA, MAS TEM COISAS QUE SÓ ENCONTRAMOS LÁ.

SEMPRE USO UM TRANSFER QUE AMO, ELES ME AJUDARAM MUITO. FYLNET EUROPE.

TIRE O MÁXIMO DE FOTOS POSSÍVEL E CURTA MUITO A CIDADE MAIS LINDA DO MUNDO. AH, E SE SOBRAR TEMPO PASSEIE PELO BAIRRO LE MARAIS. É UM BAIRRO MAIS DESCOLADO, O BAIRRO GLS DE PARIS, O ÚNICO BAIRRO QUE O COMÉRCIO ABRE DOMINGO. AH, LÁ TEM A LOJA DA BOBBI BROWN..=)

O PRÓXIMO ROTEIRO SERÁ ROTEIRO PARA COMPRAS CHIQUE, O QUE ACHAM?
Bisous

 

Dica de restaurante em BsAs

Como contei no último post, fui passar o feriado em BsAs. Na minha última noite lá, fui jantar num restaurante italiano em Puerto Madero maravilhoso – obrigada Tathi pela dica -, chamado Bice. Na verdade ele é bem conhecido e tem em muitos países.

Como o forte em Buenos Aires são as carnes, o restaurante combina as melhores massas, com os melhores molhos e os melhores tipos de carne. Obviamente que também tem uma super seleção de peixe e frango, inclusive comi um linguado que estava divino. Posso afirmar que o Bici de Buenos Aires é de primeiríssima qualidade, desde o excelente – e extremamente refinado – atendimento, até aos pratos.

Para variar, meu Iphone acabou a bateria e eu esqueci de tirar a foto dos pratos com a máquina normal…O importante é a dica né? rs

Ah, o preço não é dos mais baratos para os padrões argentinos, mas vale muuuito a pena. Um prato custa em torno de $120 (pesos argentinos). Aqui no Brasil nunca encontraremos o mesmo serviço na mesma qualidade do Bice por esse preço, que é equivalente a mais ou menos R$60,00.

Super indico e assim que voltar a BsAs vai ser um dos restaurantes que irei fazer questão de voltar. Quem está de viagem marcada não pode deixar de passar por lá hein!

Endereço: Alicia M. de Justo 192 – Puerto Madero (C1107AAV)

Cidade: Ciudad de Buenos Aires

Telefone: (+54 11) 4315-6216/ 7/ 8

Email: info@bicebuenosaires.com.ar

Web: www.bicebuenosaires.com

Beijos

 

Vai pra Paris? Visite a Diptyque.

 

No ano em que morei em Paris, se tinha uma coisa que eu era viciada em comprar eram velas aromatizadas. Em tudo quanto é farmácia e mercado vende, é super comum as pessoas encherem a casa com velinhas cheirosas.

Mas tem uma marca em especial, que eu amo, a Diptyque. Tudo que a marca francesa vende é maravilhoso, desde os cremes até as velas. Todas tem um cheiro especial e cada um com sua particularidade. É um vício, que eu adoraria poder manter aqui no Brasil, mas é bem difícil de achar e aqui é muito caro.

 

Eles tem diversos tipos de sachês, velas, cremes, aromatizadores de ambiente e perfumes. São muitos cheirinhos, é até complicado de escolher, são todos uma delícia. O meu preferido se chama ‘Baies”. Outra coisa que eu amo, são umas plaquinhas que exalam cheiro. Em francês se chama ”palet perfumé”, e eu não sei a tradução ao pé da letra. Para mim são plaquinhas cheirosas para pendurar no banheiro. E uma coisa importante: tudo dura muito e o cheiro impregna, delícia.

Ah, é uma ótima opção de presente. Tem uns conjuntos super fofos com 3 mini velinhas que trouxe para dar para algumas amigas. Mas a amiga tem que merecer, o preço não é nada absurdo mas também não é baratinho, hahaha.

 

Minha loja preferida fica no 49/51 Avenue Victor Hugo, Paris 16 eme. ♥

 

 

A diptyque também tem loja em New York e Londres. Se alguém souber de outro lugar me conta aqui? E para quem quiser visitar, o site é http://www.diptyqueparis.fr.

Quem estiver de viagem para Paris não deixa de visitar a loja, vale a pena até mesmo, só para conhecer.

Beijos

 

 

BemChic news: Ladureé no Brasil

Quem conhece um pouquinho da cultura francesa sabe que um dos doces mais famosos na França é o macarron. O doce, além de ter um charme especial - colore e enfeita qualquer mesa -, é uma delícia.

E quem vai conhecer a França, tem com certeza anotado no caderninho de dicas para entrar e conhecer a LADUREÉ.

A Ladureé, a maison mais famosa de macarrons, que além de te a fama de ter os doces mais gostosos do mundo, tem fama de acumular filas e mais filas em suas portas. E quem se importa? Todos querem provar do melhor macarron do mundo.

E agora, a loja de macarrons mais famosa do mundo está desembarcando no Brasil, mais precisamente em São Paulo, no JK Iguatemi.

 

Desculpinha para ir a Paris pode?

Beijos

BemChic news

Olhem que máximo essa exposição que acontecerá até o dia 10 de junho na galeria de artes que fica dentro de La Vallée Village (outlet do grupo Chic Outlet Shopping, que fica perto de Paris):

Quem for ao outlet de Paris fazer comprinhas de marcas incríveis que estão presentes por lá, com descontos de até 60% – como Burberry, DVF, Givenchy, Jimmy Choo, Valentino, entre outras –, também poderá curtir essa exposição super legal do fotógrafo de moda Daniel Beres, que mostra um pouquinho dos bastidores das passarelas de Paris.

Quem ama estar por dentro dos bastidores dos desfiles vai amar a exposição…Queria muito estar lá para ver..=/

Quem estiver em Paris não pode perder a exposição, deve ser incrível!

 

Beijos

 

Slideshow by webdesign