Me encantei (sim, eu sempre me encanto), na última vez que fui a New York, e vi nos aeroportos máquinas express. Não estou falando de máquinas de bebida, ou biscoitos, que estamos acostumadas a ver quando viajamos (não que aqui não tenha, mas lá tem muito mais), principalmente nos EUA.

Tô falando de uma máquina express de maquiagem, coisinhas de beauté e outras futilidades (utilidades), e ainda por cima da Sephora. Não é o máximo? Você viaja, esquece seu batom em casa e quando chega no aeroporto é só clicar um botãozinho e pronto, tá ali o seu pertence esquecido (claro que você corre o risco de não ter na máquina seu produto, mas pula isso).

Ah, e eu vi uma máquina express da Best Buy também, minha mãe até comprou uma câmera. Só cuidado com o cartão de crédito, porque além da tentação visual, a própria máquina te induz a comprar mais coisa. Sabe aquela boa vendedora, que praticamente te convence que o produto que você está levando não vai ser tão bom, ou bonito se você não tiver o complemento? É praticamente isso.

Agora é só esperar, pois provavelmente logo iremos ver essas maquininhas aqui no Brasil. Pelo menos a da Sephora, pois tenho certeza que o grupo, que acaba de entrar no mercado brasileiro, através da Sack’s, não nos deixará ”a ver navios”.

Ah e para quem não sabe, clique aqui e leia tudo sobre Sephora no Brasil.

E aguardem, pois logo logo, o BC vai fazer um mega post sobre isso.

Natália Machado